16/05/2013

One Life, One Choice - Capítulo 4


Capítulo 4
Causas Inexplicáveis

Selena decidiu pegar uma carona com seu pai ao invés de ficar na casa da sua amiga Demetria estudando. Ela não estava nem um pouco a fim de ir pra casa a pé naquele frio, e também não estava nem um pouco a fim de ouvir Demi falar de sua antipatia por Liam. Por um lado, com certeza era uma boa coisa – pelo menos as duas não iam brigar por ele, o que significava que Selena teria Liam para si mesma. Um pensamento egoísta, mas Selena não ligou. Mas por outro lado, ela queria que sua melhor amiga ao menos fosse amigável com o garoto que ela tinha acabado de decidir que seria seu futuro namorado. Não que Selena tenha namorado com muitos garotos antes – a maioria dos garotos de Winter Mill tinham medo do pai dela e evitavam chamá-la pra sair!

Ela atravessou a neve em direção ao carro de seu pai, observando seus ombros curvados. Sargento Gomez era conhecido na cidade por ser muito rigoroso, e como pai, sim, ele também era bem rígido, mas acima de tudo, muito carinhoso com a família. Ela começou a pensar, e agora tinha algo que ela realmente queria... E parecia que dali pra frente ele teria muito trabalho, o que dificultaria uma conversa entre eles. Então será que se ela não conversasse com ele agora não teria outra chance depois?

Seu pai ligou o carro enquanto ela fechava a porta; ele esperou até que ela colocasse seu cinto de segurança antes de partir. Era o fim da tarde, e as lojas de Winter Mill estavam se preparando pra fechar. Selena observava o caminho pela janela do carro, e depois de andarem dois quarteirões, ela começou a puxar assunto.

Selena – Você está realmente preocupado com esses motoqueiros, pai? – ela perguntou, enquanto olhava pro rosto sério de seu pai

Brian – Bem, por enquanto eles não me deram uma razão pra não me preocupar... – seu pai murmurou, olhando pro espelho retrovisor enquanto ele atravessava um cruzamento – E pelo o que eu sei, é melhor estar segura do que se arrepender depois, certo?

Selena – Sim pai, eu prometo que vou ser bem cuidadosa...

Brian – Eu sei que você vai, querida...

Eles ficaram alguns minutos em silêncio enquanto Selena olhava as lojas se fechando, as pessoas andando na rua, a neve por todos os lados. Ela tinha decidido que aquela seria a hora certa de conversar com seu pai.

Selena – Pai...

Brian – Sim?

Selena – Agora eu tava pensando... Agora que as aulas voltaram, e esse ano vai ser bem difícil... E você sabe que eu vou me esforçar pra tirar notas boas, sabe...

Brian – Humm, Selly...?

Selena – Bem, aí eu pensei... – ela mordeu o lábio antes de continuar – Eu pensei se você e a mamãe poderiam aumentar minha mesada, sabe...

Brian – Sel...

Selena – Por favor, pai... Já faz um ano que eu não recebo um aumento de mesada... E agora que eu estou mais velha, eu preciso muito de um novo guarda-roupa! Sério, você tinha que ver como eu fui pro colégio hoje, usando o mesmo casaco desde o ano passado! E outra... – ela adicionou inocentemente – Se a neve começou a cair não cedo, eu preciso de novas roupas, de preferência bem quentinhas, certo?

Selena sabia que ela conseguiria o que queria quando ela via seu pai tentando disfarçar um sorriso. Ela sentia que precisava de um aumento na sua mesada – ela já tinha enjoado de abrir seu guarda-roupa e olhar pras mesmas roupas todos os dias. Não que ela fosse metida, mas Selena adorava moda. Por isso ela adorava experimentar novas peças e criar novos looks, tanto que até Demi pedia ajuda a amiga quando elas iam sair. Antes que Brian tivesse a chance de responder, ela se inclinou pro lado, abraçou seu pai e o beijou na bochecha.

Brian – Sel, estou dirigindo!

Selena – Desculpe... – ela disse enquanto o carro parava na confortável casa da família Gomez – Obrigada, pai! Era tudo o que eu mais precisava agora! Abriu uma loja no shopping e eu e a Demi estamos loucas pra fazer umas comprinhas por lá!

Brian – Heey, pode parando aí mocinha, eu ainda não disse sim!

Selena parou imediatamente de falar e olhou pra ele com cara de cachorrinho pidão, algo que sempre convencia seu pai.

Brian – suspira – Ook, você venceu, eu vou dar um aumento na sua mesada!

Selena – Aaai pai, obrigada! – e abraça ele

Brian – Mas... Eu quero que você se esforce nos estudos esse ano, certo? Você sabe que suas notas não foram muito...

Selena – Sei sei, pode deixar, eu vou me esforçar o máximo que eu puder, ook? – ela respondeu com um sorriso, já planejando suas próximas compras.

Ela abriu a porta do carro e se preparou pra sair, mas antes pegou seu celular de dentro da bolsa – ela precisava ligar pra Demi imediatamente!

Selena – Valeu pai, você sabe que eu te amo!

Brian – Aah, e não esquece o que eu disse sobre ir pra floresta, certo? Se eu ver você ou a Demi lá, eu...

Selena – Eu sei pai, não se preocupe, eu e a Demi já temos 17 anos, já somos grandinhas, sabemos o que devemos e o que não devemos fazer, certo?

Brian – Humm... Aah, e nada de comprar saias muito curtas, viu? E também dá um beijo na sua mãe em mim e avisa pra ela que assim que puder, eu ligo, ook? Te amo!

Selena – Pode deixar, pai, também te amo, beijo.. – ela deu outro beijo na bochecha de seu pai e saiu do carro, sentindo a neve macia sob seus pés

Selena já estava discando o número de Demi.

#

Sargento Gomez via sua filha pelo espelho retrovisor enquanto ele se afastava lentamente do carro, sorrindo pra si mesmo enquanto ela falava animadamente no seu celular.

Ela tinha dado pistas de que queria um aumento na sua mesada há semanas, mas ele tentava ignorá-las enquanto pôde. Vai saber no que ela gastaria esse dinheiro... Na opinião dele, Selena já tinha todas as peças de roupa que precisava. Mas como sua esposa sempre falava, isso é mania de adolescente. Só que eles não tinham tido o mesmo problema com Cher, irmã mais velha de Selena.

Sua mente se voltou para questões mais preocupantes enquanto ele dirigia para o pequeno necrotério da cidade, e logo após chegar no local, estacionou no seu lugar de costume. Após entrar, ele se encontrou com Mike Thompson, o legista que Winter Mill dividia com mais três cidadezinhas vizinhas, e ele era conhecido por ser um bom profissional.

Brian – Mike...

Mike – Gomez, sei que acabou de anoitecer, você deveria estar em casa, com sua família e eu liguei, me desculpe, mas eu achei que você queria saber o resultado...

Brian – Que isso Mike, eu não via a hora desses exames ficarem prontos...

Mike – Então vamos lá? – ele disse enquanto levava Brian para a sala de autópsia

O corpo já havia sido costurado novamente e jazia acinzentado em uma maca de metal no centro da sala. A sala de autópsia estava fria, e as luzes formavam figuras estranhas nas paredes brancas do local. Sargento Gomez sentiu um arrepio percorrer todo seu corpo. Ele não queria ficar lá por mais tempo que o necessário.

Brian – Descobriu a causa da morte?

Mike Thompson pegou os exames e seu relatório, e balançou sua cabeça negativamente.

Mike – Não. A única lesão que eu consegui encontrar pelo corpo é um pequeno corte no braço direito. A ferida é superficial, provavelmente um corte de faca, mas isso não teria sido fatal. Fora isso, o corpo parece ileso.

Brian – Então ele morreu de causas naturais, certo?

Mike – Eu também não posso afirmar isso. Bem, todos os seus órgãos vitais estavam sadios, todos funcionando. Também não há sinais de hipotermia. É como se em um momento ele estivesse andando, apenas fazendo uma caminhada, e depois ele simplesmente... Tivesse morrido. A única pista que eu achei e que pode ter ocasionado a morte dele, foi um choque anafilático* que ele parece ter sofrido... Isso deveria ter afetado o corpo inteiro dele e provocado o inchaço e a obstrução das vias respiratórias, mas como eu disse, o corpo dele está ileso...

Brian – fez uma careta – Muito estranho... E sobre sua identidade, descobriu alguma coisa?

Mike – Eu procurei pelas suas impressões digitais, mas sem sucesso, sargento...

Brian – E pela sua arcada dentária?

Mike – Me desculpe novamente, mas também não encontrei nada relacionado a esse homem... – disse o legista, mostrando ao policial os exames em suas mãos para que ele pudesse ver com seus próprios olhos – Nada, a não ser a única coisa que eu descobri, que só trás mais mistério...

Brian – Como assim?

Mike – Veja, você vai entender o que eu estou dizendo...

Brian deu uma olhada nos exames antes de olhar para Mike com as sobrancelhas levantadas. Ele estava assustado.

Brian – Como... Odontologia típica da Segunda Guerra Mundial?

Mike – Exatamente, ele tinha uma obturação no dentes e a técnica que foi usada já está fora de uso desde 1947... Com certeza são totalmente diferentes das técnicas de hoje, e isso eu sei porque minha irmã é dentista...

Brian – Mas ele não parece ter...

Mike – Mais de trinta anos, eu sei.

Brian – Muito estranho... E você verificou as roupas dele?

Mike – As roupas? Você sabe que as roupas dele estavam um trapo, rasgadas e com as etiquetas apagadas, nenhuma pista pelas roupas também...

As palavras de Mike Thompson fizeram o estômago de Brian revirar. Alguma coisa não estava certa aqui, e isso o fez arrepiar.

Mike – O que foi encontrado perto do corpo dele foi um colar com um pingente daqueles que se coloca uma foto dentro, sabe?  E tudo indica que pertencia a esse homem...

Brian – Será que eu posso ver esse colar, por favor?

Mike – Claro... – ele apontou para uma tigela de metal – Está ali dentro.

Sargento Gomez pegou-o em suas mãos, correndo a antiga corrente por entre seus dedos antes de abrir a caixinha, que possuía um formato de coração, onde ficava a foto. 

Provavelmente a pessoa que deve estar na foto de dentro devia ser muito importante para aquele homem, Brian pensou. Ao abrir a caixinha, os mesmos arrepios não paravam de correr sua espinha, e ele ficou mais assustado. Ele esperava que sua memória tinha o enganado, que ele estava vendo coisas, que, quando ele olhasse para a foto novamente, veria algo diferente.

Mas pra ele, a garota de cabelos escuros da foto de dentro era idêntica a Demetria Lovato.

*Choque anafiláticoO choque anafilático é uma reação alérgica, de hipersensibilidade imediata e severa, que afeta o corpo todo. A sua manifestação mais grave é quando provoca inchaço e obstrução de vias aéreas superiores e/ou hipotensão que pode ser fatal. A falta de ar pode ser fatal, a menos que o indivíduo receba o tratamento de emergência prontamente.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Ooi meus docinhos de leite! Aqui mais um capítulo, como prometido hehe' Foi meio difícil de escrever, porque eu queria escrever tudo direitinho (maldito perfeccionismo kkk') e colocar todas as palavras difíceis e talz pra parecer um diálogo sério mesmo, enfim...
O que acharam? E essa última frase? Consegui deixar voocs curiosas, mais um mistério no ar?
Humm, comentem, comentem, falem o que acharam =p
Aah, e estou muito feliz pelas novas afiliações do blog, deem uma olhadinha na barra lateral do blog! E falando no blog, estou planejando um novo layout (que vai demorar muito pra ficar pronto pooq sou muito lerda hahah')!
Beeijo, até o próximo capítulo, meus docinhos de leite <3

16 comentários:

  1. Ohh My gosh esta perfeito amor :)
    uma foto de demi?
    estranho né...?
    vixiii to amando :D
    mistério... LIKED :)
    Primeira a comentar hahahaah *dancinha* ta já parei -.-'´
    vou colocar você nos afiliados logo que puder :)
    Posta Logo fofa <3
    Kisses
    Lindsey Maira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hehehe' faaz parte de todo o mistério...
      Você mal sabe tudo o que está por vir... (momento malvada auhasuhsa')
      Aaah, e já postei o capítulo 6, I hope u like it =)
      Beeijos e queijos <3

      Excluir
  2. Que perfeeito! FIQUEI CURIOSA, e agora??
    Uma foto da Demi, muito estranho. Tipo, eu tô achando que esse homem que foi morto era apaixonado pela Demi, ai outro que tambem gosta dela ficou com ciume e matou ele. Mas sem pista nenhuma? Sem marca de tiro... Estranho. Hm... Tô curiosa. POSTA LOGO! Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk' o jeito é esperar pra matar sua curiosidade hahahah'
      Humm, será? Sugestão anotada suhuahsuh'
      Poostei o cap 6 amore, espero que goste =)
      Beeijos e queijinhos quentes <3

      Excluir
  3. Gostei do capitulo.
    Desculpa não ter lido o anterior não reparei que já tinha postado mas já li o anterior e também gostei.
    Posta logo.

    Bjs :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tuudo bem, isso acontece...
      Fico feliz que tenha gostado =D
      Já postei o capítulo 6, espero que goste <3

      Excluir
  4. woo legal e desculpa a demora em comentar.
    uma foto da demi que sinistroo.
    bjks posta logo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahah' relaaxa...
      Humm, capítulo 6 postado!!
      Beeijos <3

      Excluir
  5. Como assim a Dem'z tava no colar?
    Posta logo isso, menina!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, isso é que eu não sei (mentira, sei sim, mas não posso falar agora hahah')
      Me desculpa, mas a minha função aqui é matar vocês de curiosidade =p
      Já posteei, beeijos <3

      Excluir
  6. Selinho para voce carrot :)
    http://mydilemmablogstory.blogspot.com/2013/05/capitulo-15-selinho.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigaada amoore, fiquei muito feliz meeesmo!
      Já vou postar ele hoje (finalmente!) hehehe'
      Beeijos

      Excluir
  7. Aceita afiliação?

    Palace of fic
    http://palace-of-fic.blogspot.com.br/ Se aceitar venha no meu blog e comente. :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aceito siim =)
      Mas como não achei esse seu blog, mandei o pedido em outro, ook?
      Beijos <3

      Excluir